Em busca do lí­der perfeito

Um leitor me envia um questionário. Nele, apresenta o perfil de tríªs lí­deres mundiais que viveram na mesma época, e pergunta se é possí­vel escolher o melhor através dos seguintes dados;

Candidato A: foi ligado a curandeiros, consultava astrólogos com freqüíªncia. Possuí­a duas amantes. Sua mulher era lésbica. Fumava muito. Bebia de oito a dez martinis por dia.

Candidato B: ní£o conseguia permanecer no emprego, por causa de sua arrogí¢ncia. Dormia a manhí£ inteira. Usou ópio no colégio, e sempre foi considerado um mau aluno. Bebia um copo de conhaque todas as manhí£s.

Candidato C
: foi condecorado como herói. Era vegetariano. Ní£o fumava. Tinha uma disciplina exemplar. Ocasionalmente bebia uma cerveja. Permaneceu com a mesma mulher nos seus momentos de glória e nos seus momentos de derrota.

E qual a resposta?

A] Franklin Delano Roosevelt. B] Winston Churchill. C] Adolf Hitler.

O que é lideraní§a entí£o? A enciclopédia define como a capacidade de um indiví­duo para motivar outros em busca de um mesmo objetivo. As livrarias estí£o cheias de textos a esse respeito, e normalmente os lí­deres sí£o pintados com cores brilhantes, atributos invejáveis, ideais supremos. O lí­der está para a sociedade como o “mestre” está para a espiritualidade. Entretanto isso ní£o é absolutamente verdade (em ambos os casos).

O nosso grande problema, principalmente em um mundo que se torna cada vez mais fundamentalista, é ní£o permitir que as pessoas em posií§í£o de destaque tenham erros humanos. Estamos sempre em busca do governante perfeito. Estamos sempre atrás de um pastor que nos dirija e nos ajude a encontrar nosso caminho.

Na verdade, as grandes revoluí§íµes e os grandes avaní§os da humanidade foram provocados por gente igual a todos nós.
Tudo que precisamos é ter coragem de tomar uma decisí£o-chave em um momento difí­cil.