Os dois escultores

por Cleo V. Swarat

Sonhei que estava em um estúdio
vendo dois escultores trabalhando.
Em lugar de barro, tinham como matéria prima uma crianí§a
e procuravam trata-la com carinho

Um dos escultores era uma professora
e as ferramentas que usava eram livros, música e arte.
O outro era um pai
tendo nas mí£os disciplina e carinho

Quando finalmente terminaram
ficaram orgulhosos,
já que todo o esforí§o daquele trabalho
ní£o poderia ser comprado, vendido ou destruí­do.

Ambos concordaram em uma coisa:
se um deles tivesse trabalhado sózinho, ní£o teria conseguido nada.
Mas ajudando o pai, estava a escola
e ajudando a professora, estava o lar.



traduí§í£o: Paulo Coelho

Comments

  1. Daniel Alexandre says:

    Perfeito… os dois escultores, gosto.

  2. cria ti vida da says:

    Com bom ferramentas se pode fazer tudo.

  3. Esteve Romero says:

    Este poema que llega a las puertas de mi jubilacion como maestro y sindicalista, me da ánimos, me hace ver la importancia del trabajo que elegí­ hacer: maestro. El tiempo me llevo al sindicalismo y cambiando la profesión y la situación me lleva a la misma percepción.
    Gracias por permitirnos soñar!
    Esteban

  4. muito bem e perfeito, porem as vezes a VIDA muda interfere
    com os karmas a serem reclamados… !?

  5. helo (professora) says:

    Quando comeí§a o ano, é como se comeí§asse uma nova vida e eu sendo a segunda mae de todos aqueles alunos, e a escola é a segunda casa; e quando tem reuniao de pais e educadores é como se fosse uma reuniao familiar pra falar das nossas crianí§as; é tí£o bom te-los ali, me sinto responsável por aquelas vidas, ensina-los e prepara-los bem, é como se eu fosse uma médica dando um diagnostico correto e receitando um bom remedio p que aquela pessoa consiguir seguir a vida maravilhosamente bem.

  6. eleonora says:

    la collaborazione nella famiglia, e’il primo passo verso la coerenza delle parole che pronunciamo.Gli eventi si frappongono fra noi e i figli,la base e’ il dialogo.Prima del dialogo l’amore,quello manifestato non dai gradi regali ma dai piccoli gesti.

  7. Alan Hoinacki says:

    Tentar educar só é como tentar nadar contra a corrente. Deixar apenas a escola cumprir com seu papel é como construir uma torre da metade pra cima apenas, sem a base. O oposto, deixar que a crianí§a tenha amparo apenas da famí­lia é comeí§ar a construir a torre sabendo que nunca será terminada.

  8. Acredito que para uma educaí§í£o saudavel,é sim necessario o apoio familiar!
    parabens

  9. Irene Godoy Costa says:

    Lindo escultores. Lindo escritor! amei!

  10. Marciel Oliveiro says:

    This is so good. God bless you.

  11. Vocíª é genial mesmo. Falou da melhor forma possí­vel, em uma linda e breve história. Eu fui essa crianí§a lapidada pelos meus maravilhosos pais e professores. Espero aprender a vida toda.

  12. MARIA FAUSTA says:

    PERFEITO!

  13. Sabrina Mata says:

    Linda fusí£o… até por que sem arte, amor, trabalho e unií£o, fica difí­cil constituir a sensibilidade e capacidade humana.

  14. Micheli says:

    Perfeito.
    Hoje tíªm-se o costume de colocar a culpa em outras pessoas, em outras coisas, no tempo…
    É necessário um equilí­brio.
    Participaí§í£o ativa de pais e mestres e da comunidade, sociedade.

  15. Patricia Alexandra Scalon says:

    Dentro da situaí§í£o desgastante que estou vivendo, afirmo continuamente a minha crení§a na Educaí§í£o. Como mí£e e educadora que sou, busco a todo instante “fazer a diferení§a” , acrescentar conhecimento significativo na aprendizagem e na vida de meus filhos e de meus alunos.

  16. Liliana Rodrigues says:

    Que lindo Paulo. Queria tanto que isso fosse uma realidade nossa. Acredito que a cada dia, os pais estí£o ficando mais conscientes dessa importí¢ncia. Ainda temos muitos caminhos para percorrer, principalmente na educaí§í£o pública que anda tí£o desacreditada. Mais tenho fé que iremos reverter essa situaí§í£o e que seremos sim esses construtores do amanhí£.

  17. Sandra valeria says:

    Genial. Escola e familia, uma dupla infalivel.

  18. magia says:

    O segredo é a cooperaí§í£o, a harmonia, afinal tudo é necessário:livros, música, arte, carinho, disciplina e sobretudo, liberdade. O difí­cil é ser professor neste paí­s…

  19. I dreamed I stood in a studio
    And watched two sculptors there.
    The clay they used was a young child’s mind
    and they fashioned it with care

    One was a teacher
    the tools she used were books, and music and art.
    One was a parent
    with a guiding hand and gentle loving heart

    And when at last their work was done
    they were proud of what they had wrought,
    For the things they had worked into the child
    Could never be sold or bought.

    And each agreed she would have failed:
    if she had worked alone.
    For helping the parent was the school
    and helping the teacher, was the home.

    With Love

  20. Daniel Alexandre says:

    Essa unií£o é fundamental quando saudável, como no texto. Mas, algo de complexo está na idéia de ‘esculpir alguém’. Plantar confianí§a e autonomia pode ser fundamental: os livros devem servir em trazer í  luz quem realmente a crianí§a deva ser, as artes e a disciplina igualmente. Ní£o existe receita de ‘como ser’, mas existem o equilí­brio e a liberdade como verdade de uma alma aprendiz…

    1. Paulo Coelho says:

      eu sei disso. E tive que lutar contra a falta de autonomia

    2. Um adicional í  este meu único comentário desta página : http://www.recantodasletras.com.br/poesiastranscendentais/2910322

      Daniel Alexandre

  21. adgerian says:

    í“timo texto… Nada mais certo a se dizer sobre a formaí§í£o e educaí§í£o e uma crianí§a. Responsabilidade solidária pais-escola…

  22. Tancredo says:

    Tenho este livro. É fantástico!! Paulo, cada vez mais espirituoso.

  23. france angel says:

    desculpa minha ignorí¢ncia,
    mas acho que a Mí£e seria mais apropriada pra essa questí£o do carinho…
    de sua serva…France Angel

    1. Fernando Menon says:

      France,
      esse texto nada mais é do que uma poesia, e assim sendo é perfeitamente possí­vel fazer uma analogia da Professora í  Mí£e. Particularmente falando, minha mí£e foi perfeitamente descrita nessa poesia: me ensinou a ler e me proporcionou cultura!! Meu pai também pode ser considerado um professor. Acho que os pais sí£o nossos verdadeiros professores, nossos mestres. A escola é um complemento necessário e quando aliada í  boa educaí§í£o proporcionada pela famí­lia, ajuda a formar um verdadeiro cidadí£o! =)
      Consegue enxergar tal relaí§í£o de mí£e e professora?
      Um abraí§o =)

  24. Quando essa unií£o acontece todos sí£o favorecidos.A crianí§a que se desenvolve plena e amorosamente,a professora(o)que se sente grata e realizada e o pai(mí£e)que sentem-se felizes ao ver que seus esforí§os e dedicaí§í£o ní£o foram em ví£o.Trabalhei como professora no municí­pio do RJ durante muitos anos e o que mais me entristecia ao lidar com crianí§as pequenas era observar que a grande maioria ní£o tinha da famí­lia sequer atení§í£o suficiente,fora todas as experiíªncias ruins que presenciavam(embriaguez,estupro,assassinatos,etc).No entanto sempre procurei fazer minha parte da melhor forma possí­vel no momento,porque além de respeito,crianí§a merece carinho,amor,compreensí£o e também limites para aprender a lidar com o mundo que a cerca.

  25. Marcos Cunha says:

    Agradeí§o por sua Existíªncia!
    Grato.

  26. Cássia Estevão says:

    Perfeitoooo!!

  27. Jorge Ogaya says:

    í“timo texto ligando ambos, na minha infí¢ncia de nada teria aprendido se ní£o fosse minha mí£e em casa e os professores na escola.
    Meus parabéns pelo texto.