Duas bení§í£os celtas


No momento em que minha cidade sofre com o assassinato de crianí§as em uma escola, no momento em que nos damos conta que um só demente é capaz de espalhar tanta tristeza ao redor, encontrei estas duas bení§í£os antigas em um dos livros de minha biblioteca. E quero dividir com voces:

Uma oraí§í£o celta

Que Deus nos díª
para cada tempestade, um arco-iris
Para cada lágrima, um sorriso
Para cada gesto de ternura, uma promessa
E uma bení§í£o em cada momento difí­cil.
Que tenhamos sempre um amigo fiel
para dividir os nossos problemas.
E que cada oraí§í£o seja sempre escutada e respondida.

Uma antí­ga bení§í£o celta

Que a estrada ensine o melhor caminho
Que o vento esteja sempre em suas costas
Que o sol ilumine seu rosto
Que a chuva fertilize seu campo
E até que nos encontremos de novo
Que Deus lhe guarde na palma da mí£o


traduí§í£o: Paulo Coelho