Um livro pelo preí§o de uma música

Como é sabido, sempre fui a favor do conteúdo livre na internet. Mas a primeira vez que falei disso, em 2007, foi um Deus-nos-acuda. Como? E de que os autores ví£o viver?
Penso que os escritores que tiverem inteligíªncia suficiente, entenderí£o que a Web é uma porta de entrada para seus trabalhos. Uma vez lidas algumas páginas em um site de P2P, e gostando do trabalho, nada mais incomodo que terminar de ler o texto na tela de computador. O próximo passo será comprar o exemplar fí­sico.
E no que se refere a livos eletrí´nicos? Neste caso, eu sinceramente acho os preí§os absurdos. Ní£o há custos de impressí£o, transporte, estocagem, espaí§o na livraria, etc.
Exceto por algumas experiíªncias isoladas, nunca havia tido a oportunidade de testar isso em grande escala. A oportunidade chegou em um encontro de minha agente, Monica Antunes, com o representante da Harper Collins USA, durante a Feira do LIvro de Londres 16 de marí§o 2012). Foi discutido o tema do livro eletrí´nico, cujo preí§o variava entre USD 7 e USD 9 no meu caso.
Dois dias atrás, recebemos um email que iriam colocar quase todos os meus livros eletrí´nicos no Kindle, no Nook e na iBoostore. Imediatamente entrei em aí§í£o: fiz um post e coloquei no Twitter, Facebook, e este blog.
O resultado foi surpreendente. Como poderí£o ver clicando AQUI, os livros deram um salto de 4.000% a 6.000%. O tema se tornou um dos mais comentados do mercado editorial, e a Publishers Weekly, a bí­blia dos editores em todo mundo, escreveu um artigo a respeito, que hoje a tarde era o segundo mais lido do seu portal. Tornou-se o tópico “quente” da briga atual entre o Departamento de Justií§a americano e a Apple, onde a segunda é acusada de fixar artificialmente os preí§os.
Volta-se a tocar na mesma tecla: posso fazer isso porque fiquei rico. Sim, fiquei rico com literatura, mas ní£o foi isso que me levou a escrever. Meus pais me diziam que ia morrer de fome. Ní£o aconteceu…
Enfim, embora o Brasil ainda ní£o tenha suportes eletrí´nicos em grande escala, cedo ou tarde isso acontecerá.
E quando esse dia chegar, é importante dizer aos escritores de agora: ní£o existe nada de errado em ganhar dinheiro com livros, mas lute para levar seu trabalho a um custo razoável a todos – mesmo que tenha que termine encontrando muita resistíªncia.

Nota: o preí§o dos meus livros eletrí´nicos a 0,99 USD sí£o validos apenas para os EUA e Canada. Mas visto o excelente resultado da promoí§í£o, é possivel que seja extendido a todos os paí­ses do mundo.