E quem ataca artista, está fazendo o que?

Agora virou moda atacar artistas que não concordam com o golpe. E para isso, usam os seguintes exemplos:

falta dinheiro para saúde, infraestrutura, etc
todos se beneficiam da lei Rouanet

Concordo com a primeira argumenta’c~ao. O PT começou bem mas, com o passar dos anos, se tornou um partido como todos os outros. Vicios do poder – aqui e em qualquer lugar do mundo.

Entretanto, quem diz que falta dinheiro para saúde, está fazendo o que? Está por acaso visitando hospitais e consolando os doentes? Se o governo não cumpriu sua parte, não caberia a cada um dos brasileiros cumprir a sua? Reclamar nas comunidades sociais é muito simples – mas absurdo e completamente ineficaz. Dizer que artista se beneficia da lei Rouanet como se fosse uma “mesada”, é de uma ignorância além dos limites.

Se falta – como efetivamente falta – cuidado com doentes e hospitais, faça a sua parte. Qualquer dinheiro ajuda – e se não tem dinheiro, vá visitar os tais hospitais sem leito e pelo menos, como dizia Jesus, console os doentes. Divida um prato, compartilhe uma palavra de carinho: “porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes;”

Usando meu exemplo pessoal. Tenho tres grandes projetos que financio exclusivamente com meus direitos autorais:

Solar Menino de Luz, na favela Pavão Pavaozinho, que se ocupa de 430 crianças
Hospital da Irmã Dulce, em Salvador (doação mensal para certas alas)
Orfanato de Nhá Chica, em Baependi (doação mensal para o orfanato)

O Lula, quando era presidente, passou NA PORTA do Solar, e não se deu ao trabalho de entrar. Se entrasse, teria feito uma grande diferença, porque a imprensa internacional estava com ele. Mas vou ficar reclamando dessa indignidade, ou vou continuar fazendo o que acho?

Não vou perder meu tempo explicando o que é a (ultrapassada) lei Rouanet. Quem quiser que leia seu texto. Nunca me beneficiei dela. Assim como nunca o Ministerio da Cultura comprou qualquer livro meu para ser distribuido em escolas e bibliotecas – embora gaste uma fortuna com isso todos os anos. Mas eu faço as doações, e me orgulho disso.

Então, parem com essa babaquice de achar que artista está ganhando milhões. Visitem hospitais. Colaborem com um mínimo de dinheiro, ou com um máximo de calor humano. Parem de jogar a responsabilidade nas costas de governos, que foram, são, e serão sempre incompetentes.

A primeira providencia de governos autoritários (Stalin na Rússia, Hitler na Alemanha nazista, os golpes latino-americanos dos anos 60/70) foi culpar artistas. Não caiam nessa armadilha

Paulo Coelho