Laní§amento de “O Aleph”

Em agosto deste ano estarei laní§ando meu novo livro, “O Aleph”. Ní£o foi um livro fácil de escrever, porque trata de uma de minhas vidas passadas, e isso trouxe a tona uma série de confitos interiores, que me fizeram encontrar Hilal, de 21 anos. Juntos cruzamos a ísia de trem. Desde que fiz a terceira peregrinaí§í£o sagrada, em 2006, muita coisa mudou em minha vida.

Mas por que o pedido de ajuda aqui? No laní§amento de um novo livro sempre dou uma série de entrevistas. O jornalista está interessado no meu ponto de vista sobre alguns assuntos relevantes – como comunidades sociais, sucesso, e-books, reaí§í£o í  crí­tica, etc. Isso é absolutamente correto do ponto de vista da imprensa. Entretanto, quase nunca falo sobre o tema do livro.

O livro é sempre mais muito mais importante que seu autor. E ní£o sei exatamente como discutir isso diretamente com o leitor. Existem algumas coisas que ní£o dá mais para fazer:
A] conferencias. Nunca gostei, porque me vejo “explicando” o livro, quando na verdade é a leitura que o explica.
B] tardes de autógrafos. Graí§as a Deus sempre aparecem muitas pessoas, e o contato com o leitor fica reduzido í  um aperto de mí£os e uma assinatura personalizada.

Portanto, conto com voces para me sugerirem como falar do livro nas minhas duas comunidades sociais (Twitter e Facebook) que neste momento em que escrevo significam mais de 1.200.000 amigos, dos quais aproximadamente 30% ( 360 mil) sí£o brasileiros. Estas comunidades me permitem um contato íšNICO com o leitor. Acho que poderiamos estar criando juntos um importante paradigm que mais tarde poderá ser utilizado por outros escritores.

Por favor, deixem suas idéias nos comentários abaixo. Muití­ssimo obrigado