As mí£os de Deus


Illustration by Ken Crane

Mestre e discí­pulo caminham pelos desertos da Arábia. O Mestre aproveita cada momento da viagem para ensinar ao discí­pulo sobre a fé.
– Confie suas coisas a Deus – dizia. – Porque Ele jamais aban­dona seus filhos.

De noite, ao acamparem, o Mestre pediu que o discí­pulo amarrasse os cavalos numa rocha próxima.
O discí­pulo foi até a rocha, mas se lembrou do que aprendera durante aquela tarde.
“O Mestre deve estar me testan­do. Na verdade, devo confiar os cavalos a Deus”.
E deixou os cavalos soltos.

De manhí£, descobriu que os animais que haviam fugido. Revoltado, procurou o Mestre.
– O senhor ní£o entende nada sobre Deus! Ontem aprendi que devia confiar cegamente na Providíªncia, entreguei a Ele a guarda dos cavalos, e os animais desapareceram!

– Deus queria cuidar dos cavalos – respondeu o Mestre. – Mas, naquele momento, Ele precisava de suas mí£os para amarrá-los, e vocíª ní£o as emprestou