A velha em Copacabana

 

Ela estava no calí§adí£o da Avenida Atlântica, com um violíno, e uma placa escrita:
“Vamos cantar juntos”.

Começou a tocar sozinha.
Depois chegou um bêbado, uma outra velhinha, e começaram a cantar com ela.
Daqui a pouco uma pequena multidãoo cantava, e outra pequena multidãoo servia de plateia, batendo palmas no final de cada número.

“Por que faz isto?”, perguntei, entre uma música e outra.

“Para não ficar sozinha”, disse ela. “Minha vida é muito solitária, como a vida de quase todos os velhos”.

Oxalá todos resolvessem os seus problemas desta maneira.

 

Livraria Online AQUI
Meus livros em Kindle AQUI